Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018 - 09:54 (Cidades)

L
LIVRE

WORKSHOP PARA O PROGRAMA NACIONAL DE CRÉDITO FUNDIÁRIO REUNI MAIS DE 200 PESSOAS

A partir do curso, os agricultores ganharam um certificado para prosseguir o andamento aos processos que a partir da próxima semana podem ser efetivados junto a secretaria de Agricultura de Ariquemes.


Imprimir página

Na tarde da última terça-feira (13), a Prefeitura de Ariquemes, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Indústria e Comércio (SEMAIC) realizou um wokshop para agricultores que precisam de acesso ao Programa Nacional de credito Fundiário (PNCF). A capacitação ocorreu no plenário da Câmara Municipal de Vereadores, e reuniu mais de 200 pessoas, entre agricultores, técnicos, e alunos do Instituto Federal de Rondônia (IFRO).

A capacitação foi ministrada por agentes da FETAGRO e SEAGRI. A partir do curso, os agricultores ganharam um certificado para prosseguir o andamento aos processos que a partir da próxima semana podem ser efetivados junto a secretaria de Agricultura de Ariquemes.

Com taxas de juros de 1% ao ano, abatimento de juros com pagamento em dia, 03 anos de carência e 25 anos de parcelamento, o crédito Fundiário foi criado em 2003, pelo Ministério de Desenvolvimento Agrário, por meio da Secretaria de Reordenamento Agrário. Em Rondônia, a execução do programa é do Governo do estado em parceria com as prefeituras. O financiamento é realizado com recursos do Fundo de Terras e da Reforma Agrária e do orçamento da União.

O programa pode ser executado em todas as regiões do país. O objetivo é combater a pobreza no campo e melhorar as condições de vida das famílias beneficiadas, além de fortalecer a economia local. Para ter acesso ao benefício, o agricultor tem que comprovar que nos últimos 15 anos tenha trabalhado pelo menos 60 meses na área rural. Caso tenha algum patrimônio em seu nome, este não deve ultrapassar o valor de 80 mil reais ou ser superior a fração mínima do município, que é de 04 hectares, ou seja deve ser insuficiente para geração de renda.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias