Sexta-Feira, 08 de Junho de 2018 - 16:05 (Polícia)

L
LIVRE

SUSPEITO CONFESSA QUE ASSASSINOU ACADÊMICA DURANTE BEBEDEIRA EM CHÁCARA E DIZ QUE IRÁ SE ENTREGAR - OUÇA O ÁUDIO DA CONFISSÃO

“A gente começou a beber, conversar, dar uma namorada, e tal...” disse o suspeito.


Imprimir página

Porto Velho, RO - Jorge Martins confessou, durante conversa com o repórter Cícero Moura, da Rede Amazônica, o assassinato de Silvia Santos Souza, dando detalhes sobre o crime. Agentes da Delegacia de Homicídios estão aguardando ele se entregar, porém, equipes estão nas ruas em busca de lhe prender.

O homem disse que estava ingerindo bebidas alcoólicas desde às 18h, quando terminou o serviço e  afirmou que já havia bebido aproximadamente cinco latinhas de cerveja e, como estava com bastante frio, tomou cachaça com um pouco de refrigerante, criando coragem para ir tomar banho, pois estava muito frio e ele usou a bebida para esquentar o corpo. Após o banho, Jorge começou a arrumar a casa e a vítima chegou ao local. Ambos então começaram a beber. O homem a alertou para que a moça não ingerisse muita bebida alcoólica, pois havia o risco de ter blitz na Avenida Rio Madeira, porém, segundo ele, Silvia não deu importância ao aviso e disse “se tu não aguentar beber, bebê agua”.

 

“A gente começou a beber, conversar, dar uma namorada, e tal...” disse o suspeito.

Jorge disse ainda que, quando estava sóbria, a mulher lhe tratava com carinho, mas, sob efeito da bebida, proferia diversos xingamentos. O homem disse que após ser xingado pela mulher, iniciou-se discussão que culminou no homicídio.

Finalizando, o suspeito afirmou que iria se apresentar na Delegacia de Homicídios acompanhado de um advogado, porém, até às 16h desta sexta (08), Jorge não havia comparecido até a Delegacia.

Fonte: Newsrondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias