Sabado, 20 de Janeiro de 2018 - 21:31 (Colaboradores)

L
LIVRE

SERVIDORES DO JPII ESTÃO PEDINDO SOCORRO, POIS OS MESMO NÃO TEM MAIS CONDIÇÕES PSICOLÓGICAS DE VER TANTOS DESCASOS COM A SAÚDE DE SEUS PACIENTES - VÍDEO

A superlotação do PS, a falta de leitos, macas e até cadeiras para poder prestar um atendimento com um minimo de dignidade a quem está ali por necessidade extrema, está levando os servidores ao limite a ponto de procurarem socorro nas redes sociais.


Imprimir página

"A minha saúde mental e dos meus colegas de trabalho está no limite, estamos atendendo o triplo de usuários por leitos, ou mais, sem ter condições de os mesmos permanecerem internados, pois não temos leitos, macas, e nem cadeiras para os mesmo ter um atendimento mais digno," desabafou uma servidora em sua rede social.

Foto da superlotação no JP II publicado em rede social

A revolta pelo caus e descaso na saúde do estado está tomando conta de servidores do PRONTO SOCORRO JOÃO PAULO II, a ponto de não estarem mais ligando para o fato de poderem ser retaliados e perseguidos por seus desabafos em redes sociais.

A superlotação do PS, a falta de leitos, macas e até cadeiras para poder prestar um atendimento com um minimo de dignidade a quem está ali por necessidade extrema, está levando os servidores ao limite a ponto de procurarem socorro nas redes sociais. Isso tudo para chamar atenção de todas as autoridades do estado.

VEJAM O DESABAFO DE UMA SERVIDORA EM SEU PERFIL NO FACEBOOK

"Gostaria que os deputados, vereadores, prefeitos, e principalmente o nosso querido governador visitasse o pronto Socorro nesse exato momento, mas que fosse acompanhado por nós plantonistas que vive na pele todos os descaso com a saúde da população e a sobrecarga dos profissionais para ouvir e ver o que realmente acontece nos bastidores do JP, como vcs podem ver pelas as imagens é o que realmente está acontecendo . A minha saúde mental e dos meus colegas de trabalho está no limite, estamos atendendo o triplo de usuários por leitos, ou mais, sem ter condições de os mesmos permanecerem internados, pois não temos leitos, macas, e nem cadeiras para os mesmo ter um atendimento mais digno.

Estamos perdendo a noçao do que seria o adequado e o improvisado passou a ser regras.

Aí eu faço uma pergunta pra vcs, cadê o MP, o Ministério do Trabalho, o Coren, Cofen, que não faz nada pra tentar diminuir esse caos,?

E uma pergunta aos deputados e ao governador: Cadê o novo Hospital? Será que até quando vamos ter que sofrer junto com a população o descaso de vcs????????"

O DESABAFO VEIO SEGUIDO DE  FOTOS

Na próxima segunda feira o entrevistado do PROGRAMA DIRETO DA REDAÇÃO, é o Dep. HERMÍNIO COELHO, e vamos debater a questão da saúde em todo o estado de Rondônia.

Fonte: Carlos Caldeira - NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias