Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018 - 22:44 (Polícia)

18
Não recomendado para menores de 18 anos

SARGENTO DO EXÉRCITO MORRE APÓS SER ATINGIDO POR EXPLOSÃO DE CHURRASQUEIRA EM MATO GROSSO

Andrei atuava no Pelotão Especial de Fronteira (PEF), na localidade de Guaporé, em Comodoro, que pertence ao 2º Batalhão de Fronteira (Bfron) do Exército, com sede em Cáceres, a 220 km da capital.


Imprimir página

Um sargento do Exército Brasileiro morreu na sexta-feira (13) após complicações causadas por uma explosão de uma churrasqueira durante uma confraternização em Comodoro, a 677 km de Cuiabá. Andrei Surubi Ferreira, de 26 anos, morreu internado no Hospital da Força Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro (RJ).

Andrei atuava no Pelotão Especial de Fronteira (PEF), na localidade de Guaporé, em Comodoro, que pertence ao 2º Batalhão de Fronteira (Bfron) do Exército, com sede em Cáceres, a 220 km da capital.

Guaporé fica a 100 km de Cáceres, em uma região de fronteira com a Bolívia.

Segundo o Bfron, o acidente ocorreu no dia 31 de março de 2018. Andrei e outros militares faziam um churrasco em uma confraternização no destacamento quando ocorreu uma explosão.

Houve uma explosão na churrasqueira de disco, usada por eles, e as chamas atingiram Andrei e o colega. Naquela ocasião, o sargento e o segundo militar ferido foram socorridos para o Hospital São Matheus, em Cuiabá.

Depois, Andrei foi transferido para o centro de tratamento de queimados no Hospital da Força Aérea, no Rio de Janeiro.

De acordo com o Bfron, o militar faleceu na tarde de sexta-feira enquanto estava internado. Ele teve complicações respiratórias, em virtude de queimaduras de 2º grau que sofreu pelo corpo.

“O 2º Batalhão de Fronteira vem prestando todo apoio necessário à família do militar e aguarda finalização do atestado de óbito”, disse o batalhão em nota enviada à imprensa.

O outro militar ferido não teve tantas complicações de saúde e se recupera em Cáceres. Ainda não há definição sobre o velório e o enterro de Andrei. Familiares e representantes do Exército foram ao Rio de Janeiro para definir os procedimentos do velório.

Fonte: CENARIOMT

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias