Quinta-Feira, 21 de Dezembro de 2017 - 15:50 (Agricultura)

L
LIVRE

ROÇA COMUNITÁRIA ATENDERÁ PRODUTORES RURAIS DE MORRINHOS

Serão cultivadas seis variedades de mandioca, sendo três para mesa e três para a fabricação de farinha


Imprimir página

A prefeitura de Porto Velho, através Subsecretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, fez parceria com Embrapa para ajudar os produtores da agricultura familiar da comunidade rural de Morrinhos. A ideia é investir em uma roça comunitária, onde serão cultivadas seis variedades de mandioca, sendo três para mesa e três para a fabricação de farinha, como forma de ampliar a competitividade e os lucros da comunidade rural.

Em uma área de aproximadamente 50 hectares, doada pela Santo Antônio Energia, os produtores começaram a prepara a terra para o plantio no primeiro semestre de 2018. De acordo com pesquisador da Embrapa, Francisco Leônidas, a terra que está sendo preparada para o plantio da mandioca e de excelente qualidade. “Tenho certeza que essa parceria Embrapa e Semagric, quem ganha é o produtor rural. Vamos plantar diferentes cultivares de mandioca melhoradas geneticamente para trazer uma melhor qualidade das seis variedades que serão testadas nessa roça, e os produtores é que irão escolher a de melhor resultado”, comentou Leônidas.

Para o presidente da Associação Asdamor Francisco da Silva Braga (Chicão), essa parceria ajudará no desenvolvimento dessa nova modalidade na comunidade Morrinhos. “A Embrapa está tirando todas as dúvidas dos produtores quanto as variedades de mandioca que estão sendo desenvolvidas pelos pesquisadores, a Semagric está nos ajudando com os técnicos que sempre estão por aqui nos auxiliando no preparo do solo”, agradeceu Chicão.

O subsecretário Francisco Evaldo de Lima, disse que essa roça comunitária em parceria com Santo Antônio Energia, Embrapa, Semagric e a associação dos produtores rurais da Comunidade Morrinhos tem tudo para dar certo. “A Semagric já transportou calcário para o preparo do solo, dos 50 hectares que serão plantados ano que vêm, tenho certeza que em dezembro de 2018, todos os produtores que aderirem ao plantio comunitário estarão colhendo bons frutos. Estaremos sempre buscando inovações e tecnologias como forma de equilíbrio para que o produtor não sofra tanto com as oscilações do mercado”, finalizou Evaldo.

As variedades de mandioca que Embrapa está desenvolvendo para essa roça servirá para multiplicar em outras áreas do município, com objetivo de aumentar a produtividade e consequentemente a produção.

Fonte: 010 - Semagric

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias