Quinta-Feira, 22 de Fevereiro de 2018 - 13:52 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: TENTÁCULOS DO POLVO

Ontem a Justiça condenou cinco líderes do PCC, dentre eles, Marcola, a penas de 30 anos de prisão por organização criminosa armada e corrupção ativa.


Imprimir página

FRASE DO DIA:

"Eles estão lidando com um ser humano diferente. Porque eu não sou eu, eu sou a encarnação de um pedacinho de célula de cada um de vocês."Lula, o perdidão, em BH.

1-O ovo da serpente

A Operação Ethos deflagrada em maio de 2015 fez um alvoroço entre advogados do PCC, um estrago na estrutura do bando e o estupor entre membros do Gaeco que presenciarama eclosão do ovo da serpente.

40 advogados se bandearam trocaram a função de defesa para a de conluio com os criminosos simulavam visitas e levavam propina a pessoas em órgãos do Estado objetivando financiar e controlar agentes públicos. Na cabeça, Marcola.

2-Tentáculos do polvo

Ontem a Justiça condenou cinco líderes do PCC, dentre eles, Marcola, a penas de 30 anos de prisão por organização criminosa armada e corrupção ativa.

Foram condenados com Marcola, Clebinho, Cego, Neblina, Japonês e Santos, que pegou 16 anos e era o membro do Condepe-Conselho Estadual de Direitos Humanos que plantava denúncias de violação direitos humanos, desestabilizando a segurança e sistema penitenciário paulista e criando uma “célula jurídica” que pagaria propinas a agentes públicos e membros do Condepe.

3-A para-estatal

Muito se ouve do esquema idealizado e tocado pelo PCC que levou a facção ao domínio de prisões, mas é pouco. Tribunais internos, contabilidade, juizado, estratégias, tudo indica um organismo híbrido, complexo, ágil como uma empresa, mas burocrático como uma estatal. Até um “plano de saúde” o PCC possui.

Ao custo de R$ 400 mil/ mês, a cúpula tem consultas, tratamento e cirurgias com especialistas. Parece fantasia, mas tudo está nas 690 páginas da denúncia oferecida pelo MPE de São Paulo contra 40 advogados e 14 detentos que podem pegar 20 anos de prisão. Como se vê, há razão para tantas adesões.

4-Lava Jato de volta

Quem pensava que a Lava Jato estava no fim, más notícias: 7 mandados de prisão e 50 mandados de busca e apreensão estão com a PF. É a Integração, 48ª fase da Lava Jato que apura rolos naconcessão de rodovias federais do Paraná no Anel de Integração.

 

O baculejo vai ao Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro e além da PF estão a Receita Federal e o MPF. Adir Assad e o doleiro Rodrigo Duran deram o serviço e a PF foi ao DNit, DER-PR e da Casa Civil do governo estadual.Os ninjas de gravata não dormem!

5-Falando em tramamóia...

Paulo Preto, ou Paulo Vieira de Souza, sempre foi tido pelo PT como o operador do PSDB e abastecedor do caixa de José Serra. Porém, com o PT em baixa no quesito ética, o caso ficou escondido até que o bico do tucano apareceu.

Estavam na SuiçaR$ 113 milhões em quatro contas no mês de junho de 2016 e por lá ficou quieta até que em fevereiro de 2017, mesmo com a Lava Jato o tucano danado levou a merreca para as Bahamas. A Odebrecht diz que repassou R$ 23 milhões de forma ilícita a José Serra. Vai ter tucano na gaiola.

6-Uma ideia jerical

Uma escola sem armas é um ímã para criminosos, declarou o presidente Donald Trump, insistindo na proposta para armar alguns professores como efeito dissuasivo para evitar os tiroteios regulares em escolas americanas.

"Professores e treinadores altamente treinados e adeptos de armas resolveriam instantaneamente o problema, antes da chegada da polícia. Grande poder de dissuasão", diz o “crazyblonde”.

leoladeia@hotmail.com
Facebook Leo LadeiaII

Fonte: Leo Ladeia/NewsRondônia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias