Segunda-Feira, 28 de Maio de 2018 - 21:20 (Cidades)

L
LIVRE

PIT BULL QUE ATACAVA CÃES EM POSTO DE GASOLINA NA AVENIDA IMIGRANTES ESCAPA DE SER SACRIFICADO PELA PM E DONO ACABA PRESO - VÍDEO

Uma guarnição da polícia militar foi acionada e o animal seria sacrificado, visando preservar a vida dos outros animais, bem como dos funcionários e clientes do posto, além dos pedestres que por ali passava, porém, o animal foi capturado e preso dentro de uma gaiola onde são armazenadas botijas de gás de cozinha. O médico veterinário capturou o cachorro e o colocou na parte traseira de um veículo furgão da clínica.


Imprimir página

Porto Velho, RO – No último domingo (27), um cachorro da raça Pit Bull foi capturado por um veterinário, após ser acionado por uma defensora dos animais. O cão estava atacando vários cachorros e deixou pelo menos dois feridos, em um posto de combustíveis localizado na esquina da Avenida Farquar com Avenida dos Imigrantes, Bairro Balsa, área norte da capital.

Conforme apurado pela reportagem do Jornal NewsRondônia, o Pit Bull perambulava pelas ruas e atacava os animais que avistava. Dois cachorros que vivem no posto de combustíveis foram atacados e sofreram ferimentos, sendo que um deles precisou ser encaminhado para clínica veterinária para receber atendimento. 

Uma guarnição da polícia militar foi acionada e o animal seria sacrificado, visando preservar a vida dos outros animais, bem como dos funcionários e clientes do posto, além dos pedestres que por ali passava, porém, o animal foi capturado e preso dentro de uma gaiola onde são armazenadas botijas de gás de cozinha. O médico veterinário capturou o cachorro e o colocou na parte traseira de um veículo furgão da clínica. Os policiais então foram embora, registrar ocorrência no DP da área.

Logo em seguida, um homem se dizendo proprietário do animal, chegou ao posto procurando o cachorro. O veterinário disse que o cachorro estava dentro do carro e que só o entregaria mediante presença dos policiais que haviam se retirado a pouco. Enquanto o veterinário ligava para a polícia, para que o animal fosse devolvido ao dono, o desconhecido abriu o furgão e retirou o animal. O médico então pegou o cachorro e o colocou dentro do carro novamente, afinal, a polícia havia ido registrar ocorrência e o Pit Bull estava sob sua responsabilidade. 

Os policiais retornaram ao posto e encontraram o dono do animal bastante exaltado e pediram para que ele encostasse na viatura para ser revistado, porém, o homem disse que não estava armado e recusou-se a atender o pedido dos policiais. Após tentativas frustradas de proceder com a abordagem, os militares deram voz de prisão ao rapaz por desobediência. 

Todos foram encaminhados para a central de flagrantes para que fossem tomadas as medidas que o caso requer. Já por volta de 0h desta segunda-feira (28), a esposa do proprietário do animal foi, juntamente com uma guarnição da Polícia Militar, até a clínica onde o animal está e exigiu que ele fosse entregue. O veterinário então afirmou que só entregaria o cão após o pagamento dos serviços. A mulher então foi embora.

O caso segue sob os cuidados do Núcleo de Proteção aos Animais da Polícia Civil para verificar como proceder sobre o destino do animal.

Fonte: Julio Malta - NewsRondônia (DRT 1709/RO)

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias