Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017 - 14:57 (Colaboradores)

L
LIVRE

PANORAMA POLÍTICO: CORRUPÇÃO SE ESPALHA NAS PEQUENAS CIDADES DE RONDÔNIA

Nos municípios a coisa é a mesma, a muito tempo, é a compra dos vereadores pelo prefeito, através de assessorias, mensalinhos, é o pagamento de propinas por parte dos empresários que fornecem ao setor público, quer vender tem que pagar propina, quer receber, tem que pagar propina, precisa de uma licença ambiental tem que pagar propina, é tudo na base da propina.


Imprimir página

Nada mais nada menos do que 170 medicamentos estão em falta nos Postos de Saúde e na UPA, nem sequer existe material para limpar ferimentos, a recomendação é que os pacientes com escoriações leves lavem suas feridas com água e sabão. Situação absurda, e após 9 meses de administração do prefeito Hildon Chaves, nada mudou, nada melhorou no quesito saúde.

Devido a falta de materiais básico de consumo para atender as Secretarias Municipais. Valéria Jovania (SGP) e Patrícia Damico (SML), deveriam ser sabatinadas pelo legislativo. O requerimento foi apresentado pelo vereador Jair Montes. Mas na votação para a aprovação do requerimento a tropa de choque do prefeito conseguiu barrar o requerimento por 10 votos a 8. Ou seja, para que explicar o inexplicável.

Normalmente, os políticos costumam se eleger fazendo 1001 e uma promessas, são os salvadores da pátria, principalmente os do executivo. Após tomarem posse é só choradeira, o governo está falido, a prefeitura ficou só com o rombo, a arrecadação caiu e por ai vai.

O problema, meus leitores, é o seguinte, existe o compromisso  com o grupo, com as pessoas que apoiaram a campanha e com as legendas coligadas, ai acontece o fatiamento do poder, a nomeação dos CDS, e cada um administra a sua parte da maneira que quer. Má gestão, do dinheiro, corrupção, desvios de finalidade, e o povo fica a ver navios. No ultimo ano do mandato, acontece, o maior lançamento de obras que visam garantir a reeleição. A grande maioria destas obras, ficam inacabadas, e os recursos investidos foram jogados na lata do lixo.

O título de eleitor, é a única arma que a sociedade tem para dar o troco, e ela deve ser usada, o Congresso Nacional, Câmara e Senado, com raríssimas exceções, já deram demonstração que estão corrompidos e devem ser substituídos. Candidatos, investigados, ou passado sujo, deve ser rejeitado de todas as maneiras pelo eleitor.

Deixe de votar também, naqueles que já possuidores de um mandato, querem eleger, o filho, a mulher, o irmão, a cunhada, o periquito e o papagaio da família. É ai que mora o perigo e disso temos muitos exemplos negativos para dar. Clã Sarney no Maranhão, Roseana, e Sarney Filho, Na Bahia, os Magalhães, no Pará os Barbalho e por ai vai. Portanto eleitor, use a sua arma de maneira correta. Se começarmos a agir assim, num futuro não muito distante teremos uma política, mais séria e menos desonesta.

Matéria veiculada em sites de notícias dão conta que a corrupção se espalhou por cidades pequenas de todo o país e nos municípios de Rondônia também. Ora não sejamos ingênuos, ela não se espalhou agora, o fenômeno, não é nada novo, e aqui temos vários exemplos disso, a começar por administrações passadas da nossa Assembleia Legislativa, vide, Marcos Donadon, Carlão de Oliveira, Valter Araújo, e outros antes deles.

Nos municípios a coisa é a mesma, a muito tempo, é a compra dos vereadores pelo prefeito, através de assessorias, mensalinhos, é o pagamento de propinas por parte dos empresários que fornecem ao setor público, quer vender tem que pagar propina, quer receber, tem que pagar propina, precisa de uma licença ambiental tem que pagar propina, é tudo na base da propina. O que está ocorrendo agora, é que com um poder maior de atuação, com o emprego de tecnologias avançadas, os órgãos responsáveis pelo combate a corrupção como o MPE MPF, Polícia Federal, Controladoria Geral da União, estão chegando cada vez mais longe, e alcançando cada vez mais um número de políticos e empresários corruptos. E que assim seja, que todos sejam punidos com os rigores da lei, mas que essas leis também sejam mudadas para que as penalizações sejam ainda mais severas e exemplares, não há outro meio para eliminarmos a corrupção que não seja uma punição exemplar. 

Fonte: Henrique Ferraz / NewsRondonia

Noticias relacionadas

Banner Ale

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias