Terça-Feira, 24 de Março de 2015 - 11:19 (Culinária)

NO ESCURO: ESTUDANTES RECLAMAM DA FALTA DE ILUMINAÇÃO NA BR-364

Falta de iluminação tem preocupado quem precisa trafegar no trecho que dá acesso às faculdades particulares. Se quem só passa por esse local já reclama das condições, imagina quem tem que ficar horas esperando.


Imprimir página

da Redação do NewsRondônia

A falta de iluminação no perímetro urbano da BR-364, em Porto Velho, no trecho que dá acesso às faculdades particulares, tem preocupado os motoristas, e principalmente, os pedestres, que precisam trafegar pelo local durante a noite. Quem precisa passar por este caminho reclama da escuridão e do perigo que ela representa para a população, que conta apenas com a iluminação dos faróis dos veículos.

Um dos trechos campeões de reclamações é a rua Da Beira, próximo ao antigo Trevo do Roque, hoje um amontoado de obra abandonada. Mas não é preciso ir muito longe para encontrar locais com pouca, ou sem nenhuma iluminação.

Outro trecho que também requer atenção redobrada, não só por parte dos motoristas, mas também por parte dos pedestres, fica na BR-364, sentido Cuiabá, próximo a uma faculdade particular. “Aqui não existe mais nem vestígios do que já foi uma faixa de pedestre e aliada a falta de iluminação, a travessia fica perigosa”, conta o pedestre, Jedean Brito.

É fácil flagrar acidentes nesses trechos. Para atravessar a rodovia é quase impossível. “É uma prova de paciência, é preciso aguardar longos minutos para conseguir uma brecha e o pior é ter que contar com o bom senso dos motoristas”, desabafa a autônoma, Camila Ribeiro.

Se quem só passa por esse local já reclama das condições, imagina quem tem que ficar horas esperando. É o caso da estudante Raquel Santos, ela depende do transporte coletivo, sem iluminação ela teme ser vítima de violência. “Eu fico apreensiva, porque embora passem muitos carros aqui, não tem iluminação nenhuma, então se vier um assaltante aqui, ou até um estuprador, ninguém nem vai ver, eu tenho muito medo”.

Fonte: NewsRondônia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias