Quinta-Feira, 22 de Fevereiro de 2018 - 09:15 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: DEFINITIVAMENTE A ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DA RÁDIO FAROL NÃO VAI DESFILAR NO CARNAVAL DESTE ANO.

Com a desistência da Rádio Farol a briga para ver quem vai subir para o grupo especial, ficou apenas entre a Acadêmicos da Zona Leste e a Acadêmicos do Armário Grande o que quer dizer, que não vai ser fácil.


Imprimir página

A decisão foi tomada durante reunião no ultimo domingo. “Vamos nos estruturar para voltar com força total no carnaval de 2019” disse o presidente Cristóvão.

A decisão de não desfilar foi da direção da escola, pois se quisesse desfilaria. Não receberia subsídio oficial, mas, desfilaria concorrendo ao título.

Com a desistência da Rádio Farol a briga para ver quem vai subir para o grupo especial, ficou apenas entre a Acadêmicos da Zona Leste e a Acadêmicos do Armário Grande o que quer dizer, que não vai ser fácil.

IMAGEM ILUSTRATIVA

Por falar em rebaixamento, ontem no barracão de alegorias da escola Os Diplomatas do Samba a conversa era a seguinte: “No grupo especial o que mais tá perturbando é o fantasma do rebaixamento. Ninguém vai desfilar pra ganhar e sim para não cair” palavras do carnavalesco da vermelha e branco Edson José.

Aliás, na tarde de terça feira os dirigentes de escola de samba, quase têm um troço, quando receberam da Comissão de Jurados os nomes sugeridos pela pessoa designada pelo presidente da Funcultural.

A rejeição foi unânime, disseram os dirigentes das escolas de samba que, caso a Funcultural confirmasse aqueles nomes, não precisaria mais ter disputa, era só entregar o troféu para a escola Asfaltão pois, todos os nomes apresentados, de uma maneira ou de outra, têm alguma coisa a ver com a escola do Tigre. Ali foi muita paixão colocada à frente do bom senso.

O presidente da Fesec Hudson Mamedes não só discordou da lista, como reivindicou para a Federação, a responsabilidade da escolha dos jurados. Aí me veio a lembrança de quando o Eufrásio foi presidente da entidade e no dia apuração, subiu a ladeira da Presidente Dutra como se fosse um carro de fórmula 1 e a turma do Asfaltão no “pega num pega”.

Se eu fosse presidente da Fesec convidaria o professor Marco Antônio Teixeira para selecionar os nomes que atuariam como jurados das escolas de samba. No carnaval passado, duas juradas jogaram por terra, o belo trabalho que o Monteiro desenvolveu como presidente da Comissão de Jurados. As duas na maior cara de pau, deram nota 8 para a escola de samba São João Batista alegando que os homenageados Assis e Nair por serem donos do Grupo SGC não precisavam “daquilo”, ou seja, se serem homenageados por uma agremiação carnavalesca. Consideramos duas hipócritas.

Se o professor Teixeira não aceitar, convidem o Monteiro de novo. Ele sabe das coisas e estar precisando provar, que não teve influência nenhuma, na decisão das duas juradas que derrotaram a escola do Pai Beto.

Ou então, convidem os demais jurados que atuaram no carnaval das escolas de samba em 2016. As notas dos jurados (fora aquelas duas), não foram contestadas por ninguém.

Ontem a tarde, a equipe da Funcultural comandada pelo Ocampo deu expediente no Parque dos Tanques providenciando a limpeza da passarela e preparando o terreno para a montagem das arquibancadas e camarotes. Ocampo garantiu a esse colunista, que a estrutura saiu do Acre ontem mesmo e que tudo indica que nesta quinta feira, a montagem começa.

Até porque, disse Ocampo, amanhã sexta feira “Vamos promover o ensaio técnicos com as escolas de samba. Será o teste de iluminação e som”.

Posso garantir aos amigos leitores, que as escolas do grupo especial estão caprichando nas alegorias e principalmente na Comissão de Frente.

Nesse quesito, a disputa será entre os coreográfos das quadrilhas que se apresentam no Flor do Maracujá.

Hoje é o aniversário do meu amor Ana Célia Santos. Minha Razão de Ser! Parabéns AMOR!

Fonte: 012 - ZéKatraca/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias