Quinta-Feira, 28 de Junho de 2018 - 08:36 (Política)

L
LIVRE

JESUÍNO BOABAID ANUNCIA PUBLICAÇÃO DOS EDITAIS PARA OS CURSOS DE FORMAÇÃO DA PM

Deputado informou que governo se comprometeu a lançar os editais para cursos de sargento e cabo no dia 2 de julho


Imprimir página

Na sessão ordinária da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (27), o deputado Jesuíno Boabaid (PMN) comentou sobre a publicação das leis, recentemente, aprovadas pelos deputados, sancionadas pelo governador Daniel Pereira (PSB) e que tratam das leis que organizam a Polícia Militar e o Bombeiro Militar de Rondônia.

O parlamentar direcionou seu pronunciamento aos policias militares dos cursos de 2002, 2006, 2007, 2010 e 2012 que, segundo ele, aguardam os cursos de formação de cabo e sargento. De acordo com o deputado, após reunião com o Executivo, ficou confirmado para o dia 2 de julho, a publicação dos editais para o processo de iniciação dos cursos.

Segundo Boabaid, será publicado o Edital CFS, para o curso de 2002, Edital CFS 2 para o curso de 2006 e os demais editais para o curso de cabo.

“Nosso papel nós cumprimos. Efetivamos nosso compromisso com a classe da Polícia Militar. Essa Casa aprovou com as emendas e o governo sancionou. Dessa forma, não podemos aceitar que, no dia 2 de julho, o Estado decepcione a categoria e não publique os editais já em tramitação”, enfatizou Jesuíno.

O parlamentar ressaltou que já estava acordado que os cursos de soldados aconteceriam no interior, porém, após uma mudança, todos serão realizados em Porto Velho. Boabaid citou que o Estado já solicitou orçamento para construção de mais salas na Diretoria de Ensino (DE).

“Quero dizer ao capitão Marcelo e ao governador Daniel Pereira, que eu encaminhei mais de R$ 270 mil para reforma daquela DE. Inclusive as salas que foram reformadas para que o Estado não precisasse mais gastar com aluguel de salas”, argumentou o deputado.

Jesuíno Boabaid reforçou o pedido para que o governo cumpra o compromisso e solte os editais no dia 2 de julho. O parlamentar ainda explicou que, a turma de 2002 fará o curso em separado da turma de 2006, em razão de não haver recursos humanos suficiente e locais para comportar o quantitativo.

“Estaremos acompanhando todo o trâmite. Não podemos intervir na gestão, todavia, temos que exigir o cumprimento do acordo”, ressaltou Boabaid.

O deputado informou que questionou o Executivo sobre a possibilidade de colocar um quantitativo de militares que farão curso de sargento, em Guajará-Mirim. Segundo Jesuíno, o governo ainda não se manifestou.

“Esperamos que eles possam atender os militares que se encontram em Guajará-Mirim e realizar um dos cursos naquele município”, disse o deputado e confirmou que o governo pagará uma bolsa de estudo aos policiais.

Jesuíno Boabaid agradeceu o ex-governador Confúcio Moura (MDB) e o governador Daniel Pereira por fazer com que as promoções aconteçam. O deputado frisou que isso está acontecendo é resultado de uma cobrança antiga, da época em que ele presidiu a associação da categoria.

“Sempre lutamos pela alteração legislativa, desde a época em que a legislação era 50% por antiguidade e 50% por processo seletivo interno. Passamos oitos anos sem promoções e hoje elas estão acontecendo de forma regular e conquistamos a alteração legislativa, que vai trazer um fôlego para aqueles que estão há 10 anos na condição de soldado e os demais casos. Agradeço o antigo e o atual governo”, declarou o deputado.

Fonte: 015 - ALE/RO - DECOM

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias