Quarta-Feira, 27 de Dezembro de 2017 - 10:05 (Cidades)

L
LIVRE

GOVERNO DE RONDÔNIA AUTORIZA LAVRATURA DE ESCRITURA PÚBLICA PARA REGULARIZAÇÃO DE LOTES NO DISTRITO INDUSTRIAL DE PORTO VELHO

A entrega ocorreu no gabinete do vice-governador, Daniel Pereira, que no ato foi representado pelo o chefe de gabinete da Vice-Governadoria, capitão Marcelo Vitor Duarte, e a Suder foi representada pelo diretor-executivo, Pedro Teixeira, que no ato também estava substituindo o superintendente Basilio Leandro de Oliveira.


Imprimir página

“Esse documento faz parte de uma realização de um sonho de investimento que vai contribuir para o desenvolvimento do estado com geração de rende e emprego”, enfatizou o empresário Vanderlei Queiroz Coutinho, da Sorveteria Dullim, ao receber o documento de autorização para lavratura de escritura pública das mãos do chefe de gabinete da Vice-governadoria, capitão Marcelo Victor Duarte, e do diretor-executivo da Superintendência de Desenvolvimento Estadual (Suder), Pedro Teixeira.

Além da empresa do Vanderlei, o Governo de Rondônia entregou na manha desta terça-feira (26) autorização para lavratura de escritura pública para os representes da Raisul Logística, Guaporé Máquinas e Equipamentos LTDA, Roda Viva Indústria e Gráfica e Editora LTDA – ME, Isabela Madeiras LTDA, Rodoxisto Rodovias Xisto LTDA, TCA Técnica em Construção Eireli-ME e a Açoron Indústria e Comércio de Ferro e Aço LTDA – ME, para que possam realizar  investimento com segurança jurídica em seus lotes no Distrito Industrial de Porto Velho.

A entrega ocorreu no gabinete do vice-governador, Daniel Pereira, que no ato foi representado pelo o chefe de gabinete da Vice-Governadoria, capitão Marcelo Vitor Duarte, e a Suder foi representada pelo diretor-executivo, Pedro Teixeira, que no ato também estava substituindo o superintendente Basilio Leandro de Oliveira.

O empresário Mikael Esber disse que já fez adiantamento na obra onde irá funcionar a fabricação de material gráfico. “Eu acredito muito naquele investimento, a área é muito grande e importante. Vai ser uma coisa muito gigante. O futuro é lá no Distrito Industrial. O governo fez o papel dele. Começamos agora com mais segurança tendo esta autorização”, disse o empresário que está a 42 anos trabalhando no estado.

O direto-executivo da Suder explicou que a demora na expedição da autorização para lavratura de escritura pública é devido aos analises dos critérios e as exigências que têm que ser obedecidas para que o empresário possa receber toda a documentação necessária com  segurança para que, no futuro não tenham dissabores.

Raimundo Roman da Raisul falou que a empresa está em fase de instalação, vai ser a primeira no ramo de fabricação de câmaras frigoríficas no estado, primeira  da região Norte.  Ele acredita que em dois anos a empresa estará funcionando por completo. Ele está ha 10 anos em Rondônia. “É o começo, depois só aumentar e crescer, se Deus quiser”, diz ao falar dos 80 empregos que serão gerados inicialmente.

“Quero parabenizar por este momento, sabemos o quanto este documento é importante para vocês, que fazem investimento e geram emprego. O investimento em nosso estado gera empregos, contribui para fortalecer a economia, então só temos a agradecer. Sucesso para todos”, finalizou capitão Marcelo Victor Duarte.

Fonte: 010 - SECOM - GOV/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias