Sabado, 20 de Janeiro de 2018 - 12:06 (Esportes)

L
LIVRE

GOLEIRO É PRESO NO INTERVALO DE JOGO POR NÃO PAGAR PENSÃO

Um oficial da Justiça foi até o vestiário do estádio, acompanhado de policiais militares, e cumpriu um mandado de prisão contra o goleiro


Imprimir página

O goleiro Heverton Santos de Oliveira, de 39 anos, conhecido como Heverton Perereca, foi preso no intervalo do jogo pelo Campeonato Mato-Grossense 2018 entre o Operário Várzea-Grandense e o Luverdense, na noite dessa quinta-feira (18) na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Um oficial da Justiça foi até o vestiário do estádio, acompanhado de policiais militares, e cumpriu um mandado de prisão contra o goleiro. Heverton deve pensão alimentícia aos filhos.

O G1 não localizou o advogado de defesa do goleiro. Heverton é goleiro do Operário e foi substituído depois de ser preso. O mandado de prisão, que está em segredo de Justiça, foi decretado pelo juiz Alberto Pampado Neto, da Terceira Vara Especializada de Família e Sucessões de Cuiabá.

Segundo o supervisor do Operário, Romildo Silva, o goleiro foi abordado no vestiário. “O oficial de Justiça apresentou um mandado contra ele e o levaram por não pagar pensão alimentícia. É uma situação particular, não interfere [no trabalho como jogador”, disse ao G1.

No entanto, a diretoria do clube ainda deve se reunir para conversar sobre a situação do jogador.

De acordo com o time, Heverton foi substituído pelo goleiro Matheus Vinícius, que entrou em campo no segundo tempo. A Polícia Militar informou ao G1 que o goleiro foi conduzido, sem o uso de algemas, por policiais da Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam).

A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) disse que Heverton está preso no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC). O Operário Várzea-Grandense perdeu para o Luverdense por 2 a 1.

Heverton Perereca ficou dois anos afastado do futebol profissional e voltou a jogar em 2017. Em Mato Grosso, o jogador teve passagens por Mixto, Operário VG, Luverdense e Cuiabá, e estava atuando no futebol amador nesse período afastado do profissional.

Fonte: 012 - G1.Globo

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias