Quinta-Feira, 12 de Outubro de 2017 - 19:00 (Política)

L
LIVRE

DENÚNCIA CONTRA TEMER: EXPEDITO NETTO DIZ QUE NOVAMENTE VOTARÁ CONTRA O PRESIDENTE

A denúncia tem como base delações de executivos da JBS e do corretor de valores Lúcio Funaro.


Imprimir página

É perceptível que a segunda denúncia contra o presidente da república, Michel Temer (PMDB), ainda não ganhou força como deveria e com isso, poucos são os parlamentares que manifestaram seus votos aos eleitores sobre a denúncia oferecida pelo ex-procurador-geral da república, Rodrigo Janot, que acusou Temer e mais três de obstruir a justiça e formar organização criminosa.

A denúncia tem como base delações de executivos da JBS e do corretor de valores Lúcio Funaro. Segundo o Ministério Público, eles teriam recebido pelo menos R$ 587 milhões de propina nos últimos anos, oriundos de órgãos como Petrobrás, Furnas e Caixa Econômica Federal.

A bancada de Rondônia, por exemplo, tem evitado comentar sobre o assunto em reportagens, notas e muito menos pela internet. Mas, na última quarta-feira (11)o deputado Expedito Netto (PSD) quebrou a regra antecipou seu voto caso seja necessário no plenário da Câmara. 

“Mais uma vez estarei ao lado do povo e farei com que a voz dos rondonienses ecoe dentro da Câmara dos Deputados. Mantenho e reforço meu posicionamento favorável à denúncia contra o Presidente Michel Temer. As manobras e pressões estão cada vez maiores para que a denúncia seja rejeitada. Acredito que a justiça tenha que valer para todos. Ninguém está acima da lei!”, informou o deputado que recebeu feedback positivo da maioria dos seguidores.

Na última terça-feira (10), o deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) apresentou parecer pela rejeição da denúncia e da continuidade da investigação contra o presidente na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).  O relatório de Andrada deve ser discutido e votado na CCJ na próxima semana. 

Fonte: NewsRondônia

Noticias relacionadas

Banner Ale

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias