Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017 - 15:29 (Pecuaria)

L
LIVRE

DECLARAÇÃO DE VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AFTOSA DEVE SER FEITA ATÉ QUARTA-FEIRA EM RONDÔNIA

De acordo com a Idaron, até a manhã desta segunda-feira, cerca de 83 mil produtores declararam a vacinação de mais de cinco milhões de bovídeos e a existência de mais de 12 milhões de animais.


Imprimir página

A Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) alerta produtores rurais para o fim do prazo para declarar a vacinação contra febre aftosa. A declaração deve ser feita até esta quarta-feira (22). Nesta Etapa, deveriam ser vacinados apenas os animais com até 24 meses.

De acordo com a Idaron, até a manhã desta segunda-feira, cerca de 83 mil produtores declararam a vacinação de mais de cinco milhões de bovídeos e a existência de mais de 12 milhões de animais. A expectativa é que seis milhões de bovídeos tenham sido vacinados e que o rebanho bovino chegue a 14 milhões de cabeças.

Os pecuaristas que não possuem animais em idade de vacinação também devem fazer a declaração de animais existentes na propriedade. “Saber a quantidade de animais é importante para a elaboração de políticas públicas para o setor”, fala o presidente da Idaron, Anselmo de Jesus.

Para fazer a declaração, o produtor deve ir à Idaron com a nota fiscal de compra da vacina e a relação do rebanho por sexo e faixa etária. “A campanha está ocorrendo dentro do previsto, o que mostra que mais uma vez o produtor está atendendo ao chamado da Agência”, ressalta o gerente de Defesa Sanitária Animal, Fabiano Alexandre dos Santos.

O produtor que não declarar a vacinação poderá ser multado em R$ 163,02 por propriedade. Caso seja constatado que ele não vacinou os animais, ele poderá ser multado em R$ 163,02 por animal não vacinado. 

Fonte: 010 - SECOM - GOV/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias