Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2018 - 19:45 (Internacional)

18
Não recomendado para menores de 18 anos

CRIANÇA FICA PRESA EM ESCORREGADOR E MORRE ENFORCADA PELA PRÓPRIA CAMISETA

Blake William ficou suspenso no brinquedo após se enganchar em um parafuso mal colocado.


Imprimir página

Reino Unido - Um menino de três anos morreu estrangulado por sua própria camiseta após ficar preso no topo de um escorregador. Blake William Graves estava brincando no jardim de sua casa, quando ficou enganchado em um parafuso mal colocado no brinquedo. Ele morreu no hospital em County Durham no dia seguinte.

O acidente ocorreu em 9 de julho do ano passado, e  foi divulgado pela mídia britânica somente neste final de semana.

De acordo com o inquérito, a camiseta da criança ficou presa em um prego utilizado para consertar a alça do escorregador após ter se desequilibrado e caído. 

Investigações

O detetive Neil Jones, da Polícia de Durham, disse que o brinquedo já havia passado por uma série de reparos, e que no dia da tragédia havia sido levado para a beira da piscina para que as crianças pudessem escorregar na água.

Câmeras de segurança de uma residência vizinha registraram o momento em que a mulher entrou na casa com a menina, deixando-o no jardim. Depois de aproximadamente 20 minutos, ela foi vista carregando o garotinho, que estava sem a blusa e não respirava.  Com a ajuda de um vizinho, tentou reanimá-lo até que a ambulância chegasse e o transportasse para o Hospital Universitário James Cook, em Middlesbrough.

O legista sênior do condado de Durham e Darlington, Jeremy Chipperfield, afirmou, por meio de um exame, que Blake era um menino saudável, sendo a asfixia causada por uma forte pressão no pescoço a única razão de sua morte.

"Foi um acidente trágico. Blake estava brincando em um escorregador quando sua camiseta enganchou, suspendendo-o no topo do brinquedo. Sei que família já ouviu isso diversas vezes, mas gostaria que soubessem que eu realmente sinto muito por sua perda”, expôs ao jornal Metro

Fonte: 012 - ultimo segundo

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias