Quarta-Feira, 23 de Maio de 2018 - 16:32 (Cultura)

L
LIVRE

COM ENTRADA GRATUITA, MAIS DE 400 CRIANÇAS VÃO AO TEATRO, EM PORTO VELHO

Com muita música e ensinamentos de que não se pode maltratar os animais, a peça é contada de forma humorada para contagiar os risos do público.


Imprimir página

Bernardo, Clara e Leão são amigos de São Francisco de Assis, personagem principal da peça Outra História da Francisco, juntos os amigos fazem travessuras com o personagem folclórico Bumba meu Boi e rimas que compõem o roteiro da peça teatral infantil, que foi vista por adultos e mais de 400 crianças no Teatro Guaporé, nessa terça-feira (22).

Com entrada gratuita e aberta ao público por ordem de chegada, foram disponibilizadas duas sessões para a peça. A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Castelo Branco levou três turmas do 9º ano, para prestigiar o espetáculo, também compareceram alunos do Centro Social Madre Mazzarello, Instituto Federal de Rondônia, famílias e crianças da capital rondoniense.

A peça é composta por oito personagens, os quatros amigos, Deus, dois músicos instrumentistas e sonoplastas e outro participante que faz diversos papeis. Com muita música e ensinamentos de que não se pode maltratar os animais, a peça é contada de forma humorada para contagiar os risos do público.  Lia Assunção, levou seu filho Felipe, de 16 anos, e os sobrinhos Valter Luiz, Israel e Luiz para assistir ao evento.

“Eu vi nas redes sociais do teatro que ia ter esse espetáculo e que seria da classificação deles”, diz Lia, que também é acadêmica do curso de Teatro na Universidade Federal de Rondônia (Unir).

Para Lia, o teatro está disponível de forma gratuita para população é “dá importância ao verdadeiro papel que ele tem para sociedade”. A forma gratuita só foi possível devido à normativa que foi aprovada pelo governo de Rondônia, onde a nova administração, Fundação Cultural do Estado de Rondônia (Funcer), fez esforço para que acontecesse. Lia Assunção diz que conta história ao seu filho e sobrinhos para que isso os estimule na contribuição cultural.

A professora de educação física do Castelo Branco Crivi Moura disponibilizou sua aula para que os alunos fossem ao teatro. Segundo Crivi, “por mais que seja uma atividade que não é ligada a atividade física faz parte da descontração e do lazer”. Crivi diz que sempre que houver mais espetáculos que ela irá levar os alunos ao Teatro.

Outra História de Francisco está em turnê nacional desde novembro de 2017, e já se apresentou por mais de 30 cidades nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste do país. A realização do espetáculo é do Grupo ArtPalco, com patrocínio da empresa Atacadão, via Lei Rouanet do Ministério da Cultura (Minc) – Pronac nº161969 e com parceria da Secretaria Municipal de Educação de Porto Velho (Semed) e do Governo de Rondônia.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias