Quarta-Feira, 20 de Junho de 2018 - 22:27 (Polícia)

L
LIVRE

CASO VITÓRIA: PAI CONFIRMA BRIGA POLÍTICA DEPOIS DE DISPUTAR ELEIÇÃO - VÍDEO

Beto Vaz, pai de Vitória, confirmou atrito político.


Imprimir página

Cinco dias após o corpo da menina Vitória Gabrielly, de 12 anos, ter sido encontrado em Araçariguama, no interior de São Paulo, a polícia agora investiga possíveis desavenças com membros da família da vítima. O pai da garota, Beto Vaz, tentou ingressar na política e assumiu que possui atrito por causa da mudança de partido.

CASO VITÓRIA: SUPOSTAS FOTOS DO CORPO SÃO DIVULGADAS NA WEB

 

VEJA DEZ PROVAS QUE PODEM RESOLVER O CASO VITÓRIA - ASSISTA

Por duas vezes, Vaz tentou uma vaga na Câmara Municipal, mas não conseguiu se eleger vereador. Na primeira vez, somou 64 votos; na segunda, quatro a mais. De uma eleição para outra, o pai da menina Vitória mudou de partido — deixando o governo em uma e se tornando oposição na outra.

Araçariguama possui 17 mil habitantes e, para se eleger, são necessários 300 votos. Em entrevista ao repórter Leonardo Lara, da RecordTV, o pai da menina Vitória disse também que "era um candidato muito jovem" e, por tal razão, não havia ainda estabelecido fielmente seus ideiais políticos.

Vaz confirmou que a mudança teve atrito. "Quando você defende um determinado grupo, é normal que haja uma oposição", disse. "Mas não houve grandes denúncias, grandes perseguições", acrescenta.

Fonte: Anderson Nascimento, com informações R7

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias