Quinta-Feira, 07 de Junho de 2018 - 11:03 (Educação)

L
LIVRE

CAPITÃ ASSUME COMANDO DA UNIDADE I DO COLÉGIO TIRADENTES COM A MISSÃO DE MELHORAR O ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA

Transformar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) da unidade I do Colégio Militar Tiradentes de Porto Velho no melhor de Rondônia.


Imprimir página

Transformar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) da unidade I do Colégio Militar Tiradentes de Porto Velho no melhor de Rondônia. Esta foi a missão dada pelo governador Daniel Pereira à primeira mulher diretora da instituição de ensino, capitã Érika Ossuci, em reunião nesta quarta-feira (6), após a solenidade de transmissão do cargo que nos últimos 15 meses era ocupado pelo tenente-coronel Rhobynson Lima, designado agora pelo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ronaldo Corrêa, para o cargo de corregedor substituto.

Na terça-feira (5), em solenidade marcada por homenagens dos alunos e professores, a capitã passou o comando da unidade II do Colégio Tiradentes, que atende a 950 alunos no distrito de Jaci-Paraná, ao capitão Paulo Antunes da Silva, para  assumir a direção da unidade I, hoje com 1.383 alunos dos ensinos fundamental, incluindo pré I e II, e médio.

Para fazer a diferença, o governador sugeriu à capitã Ossuci que realize visitas de intercâmbio educacional aos municípios de Sobral (CE), maior Ideb do Brasil (8.8) e Palmas (TO), que em 2016 foi a capital que obteve o melhor Ideb nas séries finais, com nota 5.6, superando Curitiba (PR), com 5.3; e nas séries iniciais somou 6.2 contra 6.6 de Curitiba.

A diretora, que teve atuação destacada nos cinco anos à frente do Tiradentes de Jaci-Paraná, motivando os alunos a frequentar a escola através de eventos interativos, metodologia de ensino diferenciada e participação em competições desportivas e do conhecimento, assumiu o compromisso e falou de sua expectativa quanto ao resultado do próximo Ideb da unidade que dirigiu, onde, segundo ela, em 2017 foram apenas três reprovações.

A proposta da capitã Ossuci é investir na melhoria do aprendizado dos alunos com projeto semelhante ao da Escola Estadual João Bento da Costa, referência em aprovação de alunos em vestibulares; e pretende buscar apoio para a construção de um Centro de Ciência e Tecnologia na capital, seguindo os moldes do existente no distrito de Mutum-Paraná, onde os alunos são envolvidos em laboratórios de robótica, informática, ciência e alimentos, com aulas em videoconferência.

A solenidade realizada na quadra do colégio contou com a presença da secretária estadual da Educação, Angélica Ayres; da coordenadora regional de Educação, Irany Oliveira; alunos, professores e corpo técnico.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias