Sexta-Feira, 22 de Junho de 2018 - 15:40 (Esportes)

L
LIVRE

BRASIL SOFRE, MAS VENCE COSTA RICA COM GOLS DE COUTINHO E NEYMAR NOS ACRÉSCIMOS

Seleção supera retranca em São Petersburgo e ganha primeiro jogo na Copa


Imprimir página

São Petersburgo – Foi sofrido, mas a Seleção Brasileira conseguiu a primeira vitória na Copa do Mundo ao fazer 2 a 0 sobre a Costa Rica, nesta sexta-feira, em São Petersburgo, na Rússia, pela segunda rodada do Grupo E. Os gols só saíram nos acréscimos do segundo tempo, marcados por Philippe Coutinho e Neymar. Agora, o Brasil se prepara para enfrentar a Sérvia, na próxima quarta-feira, às 15h (de Brasília), para ratificar a vaga nas oitavas de final do Mundial.

O resultado foi mais importante que a atuação. Novamente os comandados de Tite estiveram abaixo do esperado, principalmente no primeiro tempo. A expectativa é que, passada a pressão pelo primeiro triunfo, os atletas fiquem mais soltos e consigam jogar tudo que podem. Também é esperada mudança na formação titular, pois Douglas Costa, que substituiu Willian no intervalo, deu mais dinâmica ao time. Pode ser também que o lateral-direito Danilo, poupado, volte no lugar de Fágner, que não se saiu bem.

No jogo que abriu o dia no Mundial da Rússia, o Brasil até tentou colocar pressão no começo e Philippe Coutinho, aos 2min, arriscou o primeiro chute, para fora. Porém, nervoso, o time não conseguiu conectar jogadas. Faltaram infiltrações, triangulações, jogadas pelos lados.

A Costa Rica se aproveitou e, aos 12min, por pouco não marcou, com Borges concluindo para fora, próximo ao poste direito de Alisson.  Aos 25min, o Brasil marcou com Gabriel Jesus, depois de chute de Willian. Porém, o atacante brasileiro estava impedido. Aos 28min, Coutinho tentou de novo, dessa vez em um chute rasteiro, mas para fora. Aos 33min, Willian arriscou em finalização sem direção. Aos 40min, Marcelo conduziu para o meio e chutou também da entrada da área, ao menos obrigando Navas a trabalhar.

A falta de criatividade foi deixando os jogadores mais nervosos. E irritando os torcedores, que terminaram o primeiro tempo bastante insatisfeitos.

Para tentar mudar o panorama, o técnico Tite colocou Douglas Costa na vaga de Willian. A mudança fez o Brasil ficar bem mais objetivo, criando duas oportunidades na sequência, ambas aos 4min. Primeiro, Gabriel Jesus cabeceou no travessão. Paulinho pegou o rebote e tocou para Philippe Coutinho concluir de primeira, mas a bola desviou na zaga e saiu.

Isso levantou a torcida e incendiou o jogo, o que em momento algum ocorreu no primeiro tempo. Aos 10min, Paulinho avançou pela direita e cruzou na medida para Neymar, da marca do pênalti, concluir para defesa espetacular de Navas, que também pegou pouco depois o chute de Philippe Coutinho.

O time brasileiro, porém, voltou às práticas da etapa inicial, deixando de explorar os lados do campo. Para dar ainda mais ofensividade, Tite trocou o volante Paulinho pelo atacante Firmino.

Mesmo dando mais espaço, o Brasil teve a chance de marcar em bobeada do adversário. Neymar roubou a bola, mas mandou para fora, rente à trave, quando podia ter avançado mais para finalizar.

Em contra-ataque, o ‘Escrete Canarinho’ conseguiu pênalti aos 32min. No entanto, depois de consultado o vídeo, o árbitro holandês Björn Kuipers considerou que não houve falta de González em Neymar e mandou o jogo seguir.

CASTIGO Com o passar do tempo, a Costa Rica passou a abusar da cera, deixando os brasileiros malucos. Tanto que Neymar e Philippe Coutinho foram advertidos com cartão amarelo por reclamação.

A paciência acabou de vez quando Navas disputou a bola pelo alto com Thiago Silva e caiu no gramado. O rebote seria brasileiro. O gol saiu nos acréscimos, com Philippe Coutinho, que apareceu no meio da zaga, depois de Gabriel Jesus dominar mal, e tocou de bico entre as pernas de Navas: 1 a 0.  Já aos 51 minutos, o Brasil aproveitou saída errada do adversário. Douglas Costa serviu Neymar, livre, que definiu a vitória: 2 a 0.

Neymar chora após gol e vitória sofrida do Brasil e é consolado por companheiros e adversários

BRASIL 2 x 0 COSTA RICA

BRASIL – Alisson; Fágner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho (Firmino 22 do 2º), Willian (Douglas Costa, intervalo), Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus (Fernandinho 47 do 2º). Técnico Tite

COSTA RICA - Navas; Gamboa (Calvo 29 do 2º), Acosta, González e Oviedo; Duarte, Guzmán (Tejeda 37do 2º) e Borges; Venegas, Bryan Ruiz e Ureña (Bolaños 8 do 2º). Técnico: Óscar Ramírez

GOLS – Philippe Coutinho, aos 46 minutos, e Neymar, aos 51 do segundo tempo

CARTÕES AMARELOS – Neymar e Philippe Coutinho (Brasil); Acosta (Costa Rica)

ÁRBITRO – Björn Kuipers (HOL)

ASSISTENTES – Sander Van Roekel e Erwin Zeinstra (HOL)

PÚBLICO – 64.468

LOCAL – Arena de São Petersburgo, em São Petersburgo (Rússia)

Fonte: 015 - Superesportes

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias