Sexta-Feira, 25 de Maio de 2018 - 17:01 (Agronegocios)

L
LIVRE

7ª RONDÔNIA RURAL SHOW RECEBE PELA PRIMEIRA VEZ DEMONSTRAÇÃO DE PASTOREIO COM APLICABILIDADE NO REBANHO BOVINO E OVINO

O cão da raça Border Collie conduz aos comandos de voz, inclusive diferentes idiomas, e ao som do apito do treinador Adonis Colombo um grupo de ovelhas.


Imprimir página

O cão da raça Border Collie conduz aos comandos de voz, inclusive diferentes idiomas, e ao som do apito do treinador Adonis Colombo um grupo de ovelhas. É assim que pela primeira vez a Rondônia Rural Show que está em sua sétima edição recebe a demonstração da funcionalidade e viabilidade do cão ajudando no manejo do rebanho bovino e ovino.

‘‘É um manejo utilizado nos países mais desenvolvidos da Europa e pode agregar muito no Estado de Rondônia’’, assegura Adonis. A raça, segundo o treinador, está presente no Brasil há cerca de 25 anos com esta finalidade. O trabalho é feito através de associações. ‘‘Temos a associação mineira, gaúcha; paulista e paranaense que juntas forma a Associação Brasil Border Collie que difunde este trabalho através de competições, cursos e demonstrações’’, explica Adonis que é o presidente da Associação Mineira de Pastoreio Border Collie.

O cão é de origem inglesa, na fronteira com a Escócia, e já foi considerado o mais inteligente do mundo, atinge uma velocidade de mais de 40 Km/h e é resistente ao cansaço.O rondoniense está encantado porque ver aqui a dificuldade da pecuária em ter mão-de-obra qualificada, então o Border Collie é uma ferramenta que pode ser utilizada e facilita muito o manejo do rebanho. O público aceitou muito bem essa ideia e estão bem interessados’’, conta Adonis.

O treinador garante que a adaptação do rebanho ao pastoreio do Border Collie que envolve pouco estresse dos animais. Bem condicionado o cão consegue pastorear 200 bois.

‘‘A ideia da Rondônia Rural Show é exatamente essa, consolidar conhecimento em tecnologias, em novas práticas e o que eles estão fazendo é trazer uma forma de pastoreio muito comum na Europa, mas ainda não está presente no Estado, mas que a partir de agora pode se tornar rotina nas propriedades rurais’’, considera o governador de Rondônia Daniel Pereira que assistiu a demonstração do pastoreio na manhã desta sexta-feira (25) na feira que segue até amanhã, em Ji-Paraná.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias