Quinta-Feira, 30 de Novembro de 2017 - 09:00 (Cultura)

L
LIVRE

30ª EDIÇÃO DO PROJETO SAMBA AUTORAL SERÁ NO DIA NACIONAL DO SAMBA

“Salve, salve meu samba autoral, todos os músicos e sua maestria...” (trecho da música em homenagem ao Projeto do Trio de Ouro)


Imprimir página

A temporada 2017 do Projeto Samba Autoral, encerra-se neste sábado dia 2 de dezembro, dia Nacional do Samba, A PARTIR DAS 14:30, no Mercado Cultural.

Após cumprir sua missão, para realização das edições de 2017, a despedida do projeto relativa a este ano será com a 30ª Edição do Projeto Samba Autoral. A Escola de Samba Asfaltão é apenas realizadora deste belo Projeto, que por anos foi apenas um embrião. Após uma reunião que aconteceu em dezembro de 2014, onde estavam presentes Chystóvão Nascimento, Makumbinha, Walber do Cavaco e Bandolim, Oscar Knightz, Thobá do Cavaco, dentre outros sambistas, tornou-se realidade graças ao empenho e envolvimento de Dirigentes da Escola do Tigre que abraçaram, começaram a mobilização e articulação para que o mesmo se concretizasse. Já se foram 2 anos e seis meses contemplando belas composições com lindas e doces poesias.

É um grande e rico Projeto, onde os talentos da cidade, das diversas correntes do samba e Escolas diferentes, têm a oportunidade de compartilhar suas inspirações, com as pessoas que também valorizam a linguagem universal da música e do Samba.

A padroeira do Projeto é Santa Bárbara, santa esta que dá nome ao Bairro da cidade, onde se reúnem bambas e sambistas da cidade. O dia de Santa Bárbara que no sincretismo religioso é Iansã é comemorado em 4 de dezembro, próxima segunda feira, diante disso esta roda de Samba Especial no dia do Samba, será sobre tudo de agradecimento a ela, que tem iluminado e guiado com suas bênçãos o projeto, compositores/as e músicos que lá se reúnem.

Apesar das dificuldades e limitações estruturais, vendo como uma forma de manter acesa a História do Samba, ajudar a evidenciar o talento dos (as) Compositores (as) da cidade, a Família Asfaltão acreditou, aceitou e abraçou o desafio de concretizar e arcar com a realização do Projeto mês a mês.

Nada disso seria possível sem o envolvimento de abnegados músicos e inspirados (as) compositores e compositoras de samba que se apesar de todo sacrifício se mantêm firmes na resistência e defesa da bandeira do samba em Porto Velho. Ressaltamos também o importante e valoroso apoio da GRAFFPORTO, Bar do Calixto e da Fundação Cultural que há seis meses firmou parceria nos garantindo o som para realização de cada edição.

Por acreditar que também é responsável pelo projeto, com o apoio de voluntários, a Família Asfaltão corre atrás da estrutura, organiza e realiza cada edição. Afinal, ele pertence à comunidade do samba de Porto Velho.

Já dizia João Nogueira: “NINGUÉM FAZ SAMBA SÓ PORQUE PREFERE...”, esta opção tem apenas um motivo, Amor ao Samba.

“Pois o samba marca como um giz, é eterno porque é raiz / Não quero dizer que viver é só sambar, mas sambar é viver, é saber se encontrar /Só o samba faz a tristeza se acabar/Só o samba é capaz deste povo alegrar/Ser sambista é ver com os olhos do coração /       Ser sambista é crer que existe uma solução / É a certeza de ter, escolhido o que convém / É se engrandecer e sem menosprezar ninguém / Aconselho a você que seja sambista também” (trecho de seja sambista também de Arlindo Cruz e Sombrinha)        

Será neste sábado, dia 2 de dezembro de 2017, a partir das 14:30, no Mercado Cultural.

Será a Edição da Gratidão à Santa Barbara, aos parceiros, apoiadores, amigos, amigas e a todo público que nos apoiam ao nos prestigiarem. Será o samba da Gratidão!

Aguardamos você.

Salve aos compositores e compositoras!!!

Salve o Samba!!!

Silvia Ferreira de Oliveira Pinheiro – 9982-9381

Dir. de Comunicação do GRESA

Fonte: 010 - Silvia Ferreira

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias